O roaming é o que permite que o seu celular funcione fora da área de cobertura contratada. Ou seja, você consegue enviar e receber dados de internet fora da sua área, além de receber e fazer ligações. Por muitos anos, as operadoras trabalharam com tarifas para receber ligação e cobranças específicas por pacotes de dados quando o celular estava fora da cobertura.

Esse cenário mudou, graças à democratização dos planos, que unificaram pacotes com chamadas ilimitadas e potencializaram as franquias. De modo geral, é comum que as empresas disponibilizem roaming gratuito em planos controle e pós-pagos. Ainda, assim, cada operadora oferece condições como preferir. Tanto para roaming nacional quanto internacional.

O roaming nacional é quando você é capaz de utilizar seu chip em todo o país, mesmo que fora da sua localidade original. Já o roaming internacional é quando há funcionamento também em outros países. Não são todas as operadoras que oferecem a opção internacional, até porque elas podem não ter licença de atuação em outros países ou cobertura.

Mas, em alguns casos, as empresas podem sim oferecer, por terem alcance ou parcerias com companhias locais.

Quando você sai da sua área de cobertura e o roaming fica ativado, a velocidade da sua internet pode sofrer alterações.

Isso acontece porque o sinal da localidade pode não ser o mesmo da sua região. Um país com a extensão como a do Brasil, conta com várias cidades onde a tecnologia ainda é escassa ou com interferências geográficas. Nas cidades e grandes centros, é comum que você encontre cobertura 4G, o que faz com que a velocidade da internet permaneça boa.

Fonte: https://www.minhaconexao.com.br/blog/roaming/